Tecnologia Agrícola
Combate ao bicudo representa 10% dos custos aos produtores

Imagem retirada de https://revistagloborural.globo.com/Noticias/Agricultura/Algodao/noticia/2017/03/campanha-incentiva-o-uso-do-algodao-brasileiro-na-industria-textil.html
Imagem retirada de https://revistagloborural.globo.com/Noticias/Agricultura/Algodao/noticia/2017/03/campanha-incentiva-o-uso-do-algodao-brasileiro-na-industria-textil.html

Um dos piores problemas enfrentados pelas lavouras de algodão é enfrentar o bicudo. Em uma pesquisa realizada pelo Embrapa, José Ednilson Miranda e Sandra Maria Moraes Rodrigues, verificaram que os custos para efetuar o controle da praga do algodoeiro pode ultrapassar os US$ 200 por hectare. Este gasto representa 10% do custo total da produção do algodão.

Quando analisado os dados das últimas quatro estações, a infestação média de bicudo nas lavouras do Centro-Oeste chegou a 8% na safra 2014/2015, mas baixou para 4% na safra passada. Isso demonstra que mesmo com os esforços realizados pelos produtores para controlar a praga, o inseto continua presente e causando prejuízos à produção de pluma, de acordo com os pesquisadores.

O principal método utilizados pelos agricultores que produzem algodão é a pulverização de inseticidas nas lavouras, sendo que são efetuadas, aproximadamente, de 18 a 23 pulverizações por safra. No entanto, os especialistas afirmam que as pulverizações não conseguem ser efetivas, já que elas não atingem os ovos e as larvas, matando somente os animais adultos.

Como possível solução para esse problema, os especialistas citam o manejo integrado e o esmero na execução das técnicas de monitoramento. “Finalmente, é importante ressaltar que o manejo do bicudo deve ser coletivo, regionalizado e organizado, com ações conjuntas executadas pelos produtores da região. A consciência coletiva é o ponto fundamental para o sucesso do combate ao bicudo”, concluem.


Fonte: ClimaTempo


RGB Comunicação - Agência de Internet e Produtora de Vídeo
Rua das Orquídeas, 29 – Chácara Recreio Planalto – CEP 14176-416 – Sertãozinho/SP
E-mail: biocontrol@biocontrol.com.br
antalya escort bayan antalya escort
escort bayan maltepe escort kadıköy escort ataşehir escort maltepe escort ataşehir escort istanbul escort bayan istanbul escort