Tecnologia Agrícola
Bom senso nos cuidados com o meio ambiente

Imagem retirada de http://www.bioorbis.org/2015/01/diferencas-entre-agricultura-moderna-e.html
Imagem retirada de http://www.bioorbis.org/2015/01/diferencas-entre-agricultura-moderna-e.html

A agricultura moderna, os cuidados com o meio ambiente e a saúde humana podem e devem caminhar juntos, mas para isso é preciso haver bom senso entre segmentos da sociedade. A lei brasileira de defensivos agrícolas é referência no mundo e está aí para mostrar que nada que seja danoso ao ambiente ou ao homem pode chegar de forma legal ao mercado - até porque os produtos são todos registrados no Ministério da Agricultura. Aliás, o protocolo desses estudos no governo é um dos mais rígidos que se conhece, e os riscos hoje são infinitamente pequenos em relação aos benefícios desses produtos.

Em tempos de mudanças na Lei de Uso de Defensivos, precisamos reafirmar que cada produto é específico para cada cultura, ou seja, não podemos pegar um defensivo de soja e usar na plantação de batatas, por exemplo. Outro aspecto importante são os equipamentos de proteção que devem sim, ser utilizados pelo trabalhador e produtor na hora em que for aplicar o produto. Para isto, estamos sempre procurando levar informações seguras ao produtor e ao trabalhador rural por meio do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), que oferece cursos de capacitação gratuitos a todos os responsáveis pelo manuseio dos insumos, atendendo os pré-requisitos da NR 31, além das recomendações técnicas e receituários prescritos por agrônomos cadastrados junto à Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar).

Não temos dúvidas de que o manuseio e uso incorreto dos defensivos podem trazer consequências graves tanto para a saúde quanto para o solo e lençóis freáticos. Mas, fazendo uma analogia: se usarmos o defensivo na dose certa, adequada, vamos ter mais benefícios que prejuízos, como ocorre com os antibióticos que tomamos para nossa saúde. Se tomarmos sem seguir as recomendações médicas, podemos ter efeitos colaterais ou fortalecer as bactérias em nosso organismo. O mesmo acontece com o uso errado dos defensivos se não houver uma prescrição adequada.

Então, ao contrário do que muitos propalam por aí, sem ter o devido conhecimento, os riscos estão no mau uso desses produtos. A mídia tem um papel importante que é levar ao conhecimento do público informação real, científica, séria, e que reflita a realidade e não trazer pânico à população. Precisamos deixar ideologia e paixões e tratar este assunto de forma técnica e ética. A sociedade precisa saber que sem produtos químicos e biológicos não haveria comida para todo mundo com a população que temos hoje.

Imagina as culturas de soja, milho, trigo, arroz serem arrasadas por população de insetos. O controle de pragas é essencial para viabilizar a lavoura, manter a produtividade e gerar renda. Esses mesmos produtos, que hoje são chamados de vilões por ecologistas, viabilizaram técnicas modernas de agricultura, como o plantio direto, que alçaram o país ao pódio na produção de commodities. A utilização dos defensivos com todas as precauções necessárias, de acordo com as recomendações técnicas, é uma prática segura para produtores, consumidores e para o meio ambiente.


Fonte: Folha de Londrina, escrita por Narciso Pissinati


RGB Comunicação - Agência de Internet e Produtora de Vídeo
Rua das Orquídeas, 29 – Chácara Recreio Planalto – CEP 14176-416 – Sertãozinho/SP
E-mail: biocontrol@biocontrol.com.br
antalya escort bayan antalya escort
escort bayan maltepe escort kadıköy escort ataşehir escort maltepe escort ataşehir escort istanbul escort bayan istanbul escort